GEOGRAFIA

 

 

Para descrever geografia da Serra da Canastra, foi usado basicamente o Plano de Manejo do Parque Nacional da Serra da Canastra. Publicado em 1981, esse estudo realizado pelo Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal - IBDF e pela Fundação Brasileira Para a Conservação da Natureza abrange toda a região da Serra da Canastra.

 

Por ter sido feito a quase há quase vinte anos, algumas informações já estão desatualizadas e por isso serão corrigidas e complementadas a cada novo estudo realizado na região.

 

 

Enquadramento

 

O Brasil e dividido em seis domínios morfoclimáticos e Fitogeográficos (Ab'Saber, 1977). O Parque Nacional da Serra da Canastra está localizado entre o Domínio dos Cerrados e o Domínio Tropical Atlântico e no divisor d'águas entre as bacias dos rios São Francisco e Paraná.

 

Situado no Estado de Minas Gerais, o Parque está localizado na Região Geopolítica do Sudeste.

 

 

Tipos de Vegetação

 

"Lançando-se um olhar inquiridor sobre a cobertura vegetal do Brasil, percebemos, de imediato, o fato mais evidente e que sempre ocupou a atenção dos observadores: a ocorrência de áreas cobertas por vegetação lenhosa densa, fechada e de áreas revestidas por vegetação herbáceo-arbustiva ou lenhosa aberta, rala. Defrontamos aí as duas categorias maiores, que o povo batizou tão solidamente de mata e campo, isto á, na nomenclatura universal: floresta e grass-land" (Rizzini, 1963). Lidando com um critério tríplice, estrutural ou fisionômico, florístico e de "habitat", o mesmo autor divide essas duas categorias maiores ou classes de formações em cerca de 30 tipos de vegetação ou formações; alem desses tipos de vegetação, reconhece também várias consorciações terrestres e aquáticas, comunidades biotópicas especiais e comunidades serais, dando ênfase as zonas de transição.

 

Neste quadro, o Parque Nacional da Serra da Canastra pertence a classe de formação "grassland", abrigando essencialmente dois tipos de formação: campos limpos e campos sujos. Vale ressaltar que "os campos limpos, em sua melhor expressão, vegetam sobre as numerosas serras quartzíticas de Minas Gerais e Goiás" (Rizzini, 1963), sendo esses dois Estados "os centros de dispersão dessa rica flora campestre". Pertencendo ao complexo do Brasil Cen-tral, a região do Parque situa-se conforme a divisão fitogeográfica do Brasil (Rizzini, 1963), na subprovíncia do Planalto Central da Província Central. Sendo a referida sub-província dividida em setores, pertence o Parque ao setor das Serras assim definido: "Campo Limpo nas partes altas (chapadas), cerrado nas encostas, mata mesófila ao longo dos cursos d'água".

 

Segundo Udvardy (1975) o Parque localiza-se na província biogeográfica "Brasilian Rainforest" que aparece nas Regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste do Brasil.

 

 

Relações

 

O Brasil esta dotado com um amplo sistema nacional de transportes aéreo e terrestre. Belo Horizonte, a principal cidade de acesso ao Parque Nacional da Serra da Canastra, está servida por vôos diários das linhas aéreas nacionais, ligando-a com o resto do Brasil e com o exterior.

 

O Parque Nacional da Serra da Canastra está localizado entre as rodovias BR-381 Belo Horizonte - São Paulo, BR-050 São Paulo - Brasília, passando por Ribeirão Preto, Uberaba e Uberlândia e BR-262 Uberaba - Vitória passando por Araxá e Belo Horizonte.

 

Além dessas importantes rodovias, ligando o Triângulo Mineiro a Belo Horizonte e São Paulo, existe planejada, a BR-146 que integrará as cidades balneárias do sul de Minas e São Paulo aos principals centros do país.

 

Esta rodovia passará nas imediações do Parque, o que permitirá, no futuro sua inclusão em importantes roteiros turísticos.

.

 


 

INICIAL | O PARQUE | O RIO  | HOSPEDAGEM | ALIMENTAÇÃO | COMO CHEGAR

   GEOGRAFIA | NOTÍCIAS | IMAGENS | CONTATO

 contato@canastra.com.br

 


Criação: 15/10/2010
Atualizada em 10/11/2010


© 2010-2010  Tamanduá Ecoturismo Ltda.  Todos os direitos reservados

 

by Anael de Souza & Maurício Costa
contato@canastra.com.br